Como alugar apartamento em Lisboa para estudantes

Lisboa é uma cidade linda e, mais do que isso, muito interessante. Aqui você vai encontrar pastéis de natas deliciosos, museus incríveis, miradouros com vistas estonteantes e uma vida noturna agitada.

Eu sei que se você vai estudar em Lisboa num futuro próximo, o que você quer mesmo encontrar é um apartamento ou quarto para alugar e ficar pertinho disso tudo e depois dá para pensar no resto. Prioridades, não é mesmo? Não se preocupe, aqui nesse post você vai saber como alugar apartamento para estudantes em Lisboa.

Os principais desafios que você vai encontrar:

Achar um bom lugar para ficar durante os estudos não é tarefa fácil. Eu sei disso, principalmente no meio do “boom” imobiliário que Lisboa está passando.  Pensando nisso, o meu primeiro conselho é: antecedência. Ter um tempo para achar o seu cantinho ajuda bastante. Mas não é só a falta de tempo que atormenta a vida de quem tenta achar um apartamento para estudantes em Lisboa, temos outros fatores a se levar em conta.

Se você for buscar por um apartamento em imobiliárias, você vai se deparar com alguns impedimentos, como contrato mínimo de 1 ano, exigência de fiadores, declaração de imposto de renda dos últimos dois anos, mostrar contrato de trabalho ou até pagamento adiantado de 6 meses de aluguel. Com sorte, não vão te pedir os antecedentes criminais do seu trisavô!

Normalmente um estudante não tem nada disso, não conhece ninguém a quem possa pedir para ficar como fiador. Sem contar que, normalmente, apartamentos com contratos de longa duração não têm móveis. Mas tudo tem solução!

Você pode procurar quartos para alugar em vários sítios: junto da sua universidade, em residências estudantis, em grupos de Facebook e, inclusivamente, em plataformas online que alugam casas especificamente para estudantes.

Os meus conselhos para alugar apartamento em Lisboa para estudantes

1. Procure com antecedência

Ter um tempo para avaliar todas as possibilidades e pensar com calma faz toda a diferença, além de que quanto maior a antecedência, mais casas estarão disponíveis. Se você está se preparando para estudar em Lisboa, procure cedo. Em alguns sites você consegue criar alertas via email para acomodações com o seu perfil. É um ótimo recurso.

2. Verifique se haverá contrato e quais as condições

Alguns donos de imóveis exigem um tempo mínimo de estadia na propriedade que vai desde 27 dias a 3 meses, 6 meses ou até 1 ano. Veja também quais são as condições do contrato, se o dono da casa exige que itens estragados sejam pagos ou repostos e quais os móveis que estão incluídos. Também é muito importante verificar se tem alguma penalização no caso de você precisar de sair mais cedo da casa.

3. Tenha em atenção o custo total (não só do aluguer)

Além do aluguer, há muitos outros custos que você deve ter em conta, como é o caso da caução. Normalmente, a caução equivale a um ou dois meses de renda e é sempre paga ao dono da casa junto com o primeiro mês do aluguer.

Também é muito importante saber se o preço do seu aluguer inclui os gastos de luz, água, gás e internet. Para ter uma ideia do valor mensal deste tipo de gastos, você pode pesquisar online em sítios como o Numbeo.

Por vezes uma localização mais afastada parece atraente por ter um preço mais baixo, mas você deve fazer bem as contas antes de se empolgar com o preço.

É verdade que a maioria das cidades europeias oferecem descontos para estudantes, mas quanto você vai gastar de transporte até à faculdade?

É importante fazer uma pesquisa profunda e responder a todas essas questões para saber qual é a melhor casa para você e para saber quanto é que você realmente vai gastar por mês. No futuro, isso vai evitar surpresas desagradáveis!

4. Apartamento, quarto ou residência estudantil? Onde procurar?

Você pode optar por alugar um apartamento inteiro, um só quarto em um apartamento com outros estudantes, ou um quarto em uma residência estudantil. As residências oferecem maior conforto, com limpeza incluída e uma estrutura muito boa.

Em contrapartida, têm mais regras para seguir no que toca a hóspedes e horários. Para morar numa residência estudantil, você poderá falar com a sua universidade para perceber se há algum acordo com uma residência, ou mesmo uma residência no campus.

Apartamentos inteiros são mais raros de encontrar — e mais caros. É possível procurar em imobiliárias, no Best Student Accommodation, no Facebook ou em plataformas especializadas, como a Uniplaces. Essa última é onde você pode encontrar quartos especificamente para estudantes.

Em Lisboa, essa é a opção mais fácil, ou pelo menos é a que tem mais oferta e um orçamento mais baixo. A Uniplaces também dá um certificado de acomodação oficial para ajudar na obtenção do seu visto!