China prepara-se para apresentar um novo SUV da Xiaomi por menos de 12.000 euros

Pode estar para chegar uma revolução no mercado automóvel mundial. Os chineses preparam-se para atacar o mercado com preços que farão os construtores clássicos a rever toda a sua política comercial e serem obrigados também a nivelar os seus preços que para já estão a penalizar fortemente o mercado.

A Xiaomi, através da sua submarca Redmi, vai entrar no mercado automóvel e vai lançar o seu primeiro SUV. A marca chinesa vai muito além dos produtos eletrónicos, tem também produtos têxteis de várias subsidiárias. Agora a marca chinesa quer dar o salto para o competitivo mundo automóvel, lançando alguns produtos novos, onde o mais entusiasmante é um automóvel. Apesar do desejo, a Xiaomi não vai criar um carro a partir do zero, mas vai modificar um veículo já existente da marca parceira Bestune ajudando, assim, a Redmi a lançar-se na indústria automóvel. O modelo em causa é o Bestune T77, embora esse não deve ser o nome final do SUV low cost que a Xiaomi vai lançar, para já, no mercado chinês. A Redmi vai personalizar o novo veículo com a identidade da marca, mantendo a fórmula vencedora da Xiaomi, qualidade, design agradável e preço baixo.

O Bestune vem equipado com um motor a gasolina de 1,2 litros, com uma caixa de seis velocidades e desenvolve uma potência máxima de 143 cavalos. As dimensões são 4525 x 1845 x 1615 mm e o preço deve rondar os 11.900 euros, que é aquele que a Bestune pratica no modelo atual – pode inclusive vir a ser mais barato. A Redmi tem como objetivo para os próximos tempos lançar também um veículo elétrico que possa competir com o Tesla Model 3.

Fonte: Mundo Português