ACHAS ISTO NORMAL?

Uma pessoa nasce e é retirado da mãe aos 3 meses de vida porque a mãe tem de ir trabalhar para ganhar dinheiro e realizar os sonhos de outras pessoas.

E acha-se isto muito normal.

Uma pessoa vai para a escola e formatam-lhe a mente para que passe a acreditar que o seu valor se mede pelo dinheiro que possa vir a ganhar… trabalhando para outras pessoas.

Premeia-se a conformidade e abafa-se a originalidade.

E acha-se muito normal.

Uma pessoa compra uma casa a crédito porque é o normal e toda a gente tem de ter uma casa… ou aluga uma mas leva na mesma os 40% do rendimento mensal durante os proximos 50 anos.

E acha-se muito normal.

Uma pessoa compra um carro a crédito e passa 48 meses a pagar 20 ou 30% do seu rendimento para no final comprar outro e continuar a pagar… para sempre 70% do rendimento em casa e carro.

E acha-se muito normal.

Uma pessoa compra comida, tem eletricidade, água e comunicações com os restantes 30% do seu rendimento. Acaba o mês a zero e começa tudo de novo no dia 1 do mês seguinte.

E acha-se muito normal.

Uma pessoa tem sonhos que nunca realiza porque a vida que tem não lhe dá nem dinheiro nem tempo para pensar nisso.

E acha-se isto muito normal.

Uma pessoa trabalha como um animal fazendo aquilo que não gosta durante a vida toda e acha-se isto muito normal.

Uma pessoa tem excesso de peso, uma série de dores e de doenças e vai ao médico para o ouvir dizer “isso é normal para a idade, toma este e este medicamento para o resto da vida”.

E acha-se isto muito normal.

MAS SE ALGUÉM OLHA PARA ISTO TUDO E GRITA AOS 4 VENTOS: ISTO NÃO É NORMAL E EU RECUSO-ME A ACEITAR VIVER ASSIM…

Todos lhe caem em cima porque é maluco.

Na realidade é somente ANORMAL e todos os NORMAIS têm pouca capacidade para entender que A VIDA QUE TEMOS É CONFORME A DESENHAMOS.

Podemos ter a saúde, o dinheiro, o tempo, a realização pessoal e profissional que muito bem entendermos E ISSO COMEÇA POR NÃO ACEITAR UMA REALIDADE QUE NÃO NOS SERVE E QUE, SENDO COMUM, NADA TEM DE NORMAL.

Fonte: Rui Gabriel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *